quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Christina Aguilera

A segunda aniversariante do dia é a Christina Aguilera.



Ela está completando 33 anos!!
Para uma pessoa tipo ela, seria melhor postar biografia:

Nascida em 18 de dezembro de 1980 em Staten Island, Nova York, Christina Aguilera é uma estrela pop americana e atriz que iniciou sua carreira no Disney Channel, no programa ‘Clube do Micky Mouse’ (Mickey Mouse Club), ao lado de Britney Spears, Justin Timberlake e Ryan Gosling. A estrela revelou sua grande e marcante voz muito cedo. Logo após o trabalho no Disney Channel, Aguilera entrou na indústria fonográfica com o hit ‘Reflection’, música tema do filme Mulan, de 1998 (Disney).
A trajetória da nativa de New York começou com apresentações em shows de talentos locais na Pensilvânia, onde ela cresceu, para conseguir sua grande chance em “Star Search” no ano de 1992, ganhando um papel no Disney Channel  ”The Mickey Mouse Club”. Foi sua música, “Reflection,” para o filme da Disney “Mulan,” que levou a um contrato com a gravadora RCA e o lançamento de seu álbum de estreia auto-intitulado no verão de 1999. O álbum rapidamente atingiu o número 1 com a força do seu primeiro single, “Genie in a Bottle” (que dominou as paradas por cinco semanas e quebrou recordes em todo o mundo) e outros sucessos, incluindo “What a Girl Wants” e “Come on Over “.  Segundo a associação de vendas de discos da América do Norte, o álbum vendeu mais de 17 milhões de cópias em todo o mundo e é um dos 100 melhores álbuns de todos os tempos, rendendo a Aguilera o Grammy de Artista Revelação e a nomeação na categoria de Melhor Vocal Pop, feito que acabou por se repetir no ano seguinte com seu álbum em espanhol ‘Mi Reflejo’, seguido de perto por ‘My Kind of Christmas’, seu hit natalino.
Em 2001, Aguilera juntou forças com Pink, Mya e Lil ‘Kim no esmagador hit “Lady Marmalade”, mantendo-a no centro dos holofotes internacionais mesmo quando ela começou a preparar o terreno para seu segundo álbum, Stripped, que foi lançado em outubro de 2002 e trouxe consigo o status de superstar internacional de Aguilera ao transformar sua imagem de princesa-pop-chiclete para uma mulher sexy e poderosa. Junto com o single provocativo  “Dirrty”, vieram faixas de destaque, tais como “Beautiful”, “Can’t Hold Us Down” e “The Voice Within”. No mesmo ano, ela conheceu Jordan Bratman, que veio a ser seu marido em 2005.

Após varrer o topo das paradas com seu terceiro álbum “Back to Basics”, que estreou como número #1 em agosto de 2006 e vendeu mais de 3,7 milhões em todo o mundo, a incontrolável Aguilera anunciou uma turnê mundial. Com a lenda da moda Roberto Cavalli como designer de seus figurinos e o coreógrafo e diretor Jamie King a bordo;  assim como uma cenografia única que permitiu que os fãs tivessem um contato inédito com à estrela pop e lhe rendeu muitos elogios.
Ganhando o primeiro de quatro Grammys em 2000 para Melhor Artista Revelação, seus troféus subsequentes vieram em 2001 para “Lady Marmalade” (Melhor Colaboração Pop com Vocais), em 2003 por “Beautiful” (Melhor Performance Vocal Pop Feminina) e em 2007 para “Ain’t No Other Man” (Melhor performance Vocal Pop Feminina), ganhando um Grammy para cada um de seus álbuns. Entre outros prêmios, ela é também ganhou um Grammy Latino em 2001 com o ábum “Mi Reflejo” (Melhor Álbum Pop Vocal Feminino), um Billboard Music Award em 2000 na categoria ‘Artista Feminina do Ano’ e dois prêmios da Rolling Stone em 2004 (melhor performer feminina, por escolha dos leitores e melhor turnê para “Justified e Stripped”, também por escolha dos leitores).

Escolhida como a ‘Ídolo Adolescente Mais Sexy’ numa enquete da VH1, a beleza e o carisma de Aguilera também a colocaram entre as “25 Estrelas mais sexy com menos de 25” da Teen People e levaram a revista Maxim a coroá-la como Melhor Cantora Internacional Feminino (2000), uma das Mulheres Mais Sexy Do Ano (2003) e n º 1 na parada da “Hot 100″ (2003).
Aguilera também foi homenageada com dois prêmios NRJ (Melhor Artista Feminina Internacional e Melhor Álbum Internacional), bem como um MTV Europe Award em 2007 (Melhor Artista Feminina).
Depois do casamento e do lançamento de seu quarto álbum de estúdio ‘Back To Basics’, em 2006, Aguilera deu uma pausa na carreira para cuidar de sua recente família e de seu casamento.

Em 2007, Aguilera apresentou uma produção inteiramente nova: um perfume homônimo chamado Christina Aguilera, que ela lançou pela P&G Prestige. A fragrância continua a ser um best-seller internacional e abriu o caminho para dois aromas adicionais  -”Inspire” e “By Night.” Em outubro de 2010, Aguilera acrescentou uma quarta fragrância para sua linha, “Royal Desire”.
Em janeiro de 2008, Aguilera deu à luz a seu primeiro filho, Max Liron Bratman. Sem desacelerar após o nascimento, em fevereiro a nova mamãe serviu como musa por trás da nova coleção de prata esterlina do joalheiro de Londres Stephen Webster. Aguilera inspirou e foi o rosto da coleção não convencional posando como uma heroína de Hitchcock na campanha publicitária. A nova campanha, filmada pelo renomado fotógrafo Carig McDean da W Magazine e inspirada no estilo ‘Webster’s Glam Rock’ e no novo visual sexy e contemporâneo de Aguilera foi divulgada na primavera de 2009

Ainda em 2008, para comemorar seus 10 anos de carreira, Aguilera lançou em 11 de novembro sua primeira coletânea: “Keeps Gettin’ Better – A Decade of Hits”. Contendo regravações de seus grandes sucessos como Genie in a Bottle e Beautiful e duas faixas inédias, a coletânea foi divulgada com a ajuda do single que dá nome ao álbum: Keeps Getting Better, que foi divulgado primeiramente no MTV Video Music Awards 2008 e estreou na sétima posição do Hot 100 da Billboard.
Em 2009, Aguilera juntou forças com a Yum! Brands, em seu esforço na World Hunger Relief, com intuito de acabar com a fome no mundo, atuando como porta-voz mundial. Em menos de um ano, ela criou uma maior consciência e participação para beneficiar o United Nations World Food Programme (WFP) e outras agências humanitárias contra a fome, levantando um recorde de 22,5 milhões em doações. Em 2010, foi nomeada embaixadora das Nações Unidas por seu trabalho duro. É uma honra dada apenas a um grupo seleto.

Além disso, Aguilera e seu filho, Max, apareceram em um PSA para “Rock the Vote”, incentivando os jovens a tomar uma posição e votar naquilo em que acreditam. O anúncio, que contou com Aguilera cantando “America the Beautiful” para Max (que está envolto em uma bandeira americana), foi destaque em revistas locais, televisão e outdoors na Times Square. Sendo uma das principais contribuintes na luta contra a AIDS, Aguilera participou do projeto “What’s Going On?” dos Arstistas de Lon Angeles contra a AIDS. Em 2004, ela tornou-se o novo rosto para a empresa de cosméticos MAC e porta-voz do Fundo de AIDS da empresa. Aguilera também se envolveu em campanhas de sensibilização como Youth AIDS e ALDO. Ela também patrocina e participa ativamente no Centro das Mulheres e Abrigo da Grande Pittsburgh para mulheres agredidas e crianças.
Em 2010, Christina lançou seu sexto álbum de estúdio com uma nova sonoridade que mescla R&B, electropop, e synthpop. O disco foi recebido com críticas e vendas mistas. Aguilera disse que este seria um álbum virado para o futuro, com inspirações em sons e tipos de música alternativos e futuristas como, por exemplo, o Electro. Aguilera sempre disse que queria inovar ao fazer música, com Back to Basics ela levou-nos ao passado, e com “Bionic” quer fazer exatamente o contrário. No dia 23 de março do mesmo ano, “Not Myself Tonight” foi anunciado como primeiro single do álbum, a música teve um sucesso moderado, alcançando #23 nos EUA, #22 na Austrália, #3 no Japão, #12 no Reino Unido, #11 no Canadá, #9 na Bélgica e #23 no Brasil, além de #1 na Parada Club Play dos EUA.
Apesar do álbum ser considerado um fracasso, com baixas vendas e opiniões mistas, ele apareceu entre os 200 CD’s mais vendidos da Billboard e em 2º dos álbuns mais baixados ilegalmente. Bionic vendeu um milhão de cópias em todo mundo.

Ainda em 2010, Christina confirmou que seu casamento de 5 anos tinha chegado ao fim, dizendo em um comunicado: “Apesar de Jordan e eu estarmos divorciados, o nosso compromisso com o nosso filho Max continua tão forte como nunca.”.  Em 15 de novembro de 2010, Aguilera foi agraciada com uma estrela na Calçada da Fama.
Christina Aguilera também fez pequenas participações especiais em vários filmes, mas sua estreia como estrela de cinema aconteceu ao lado da cantora Cher em Burlesque.
Em 2011, Christina foi convidada para bancada do júri do reality show “The Voice” do canal NBC, tendo Cee Lo Green, Adam Levine e Blake Shelton como colegas. O programa estreou nos Estados Unidos no dia 26 de abril, e aumentou a audiência do canal, sendo líder de audiência da TV americana por quase toda a temporada.
A proximidade com Adam Levine na bancada do The Voice rendeu a Christina um novo hit, com a banda Maroon 5 gravou a canção ‘Moves Like Jagger’, fazendo com que ela entrasse num seleto grupo de 8 artistas a ter um número #1 na Hot 100 em três décadas diferentes.
Ainda no mesmo ano, participou do tributo ao cantor Michael Jackson, falecido em 2009. Christina cantou duas de suas canções ‘Smile’ e ‘Dirty Diana’.
Em 2012, Christina voltou a mídia graças a homenagem prestada no funeral de sua maior influencia, a lendária Etta James. Cantando At Last da própria Etta em uma emocionante e simples performance, Christina foi aplaudidada de pé e aclamada pelos críticos mundo a fora.

Em fevereiro, pouco mais de 8 meses depois da bem-sucedida primeira temporada, Aguilera voltou para bancada do The Voice, para a segunda temporada do reality show.
By: http://www.christinaaguilera.com.br



Ela merece o sucesso, porque meu Deus... Quem viu a final do The Voice? A Xtina e a Jacquie Lee cantaram We Remain! Foi muito linda a performance, sério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário